Publicado por: lilicasinger | novembro 11, 2009

Ritto Pizzaria

Chegamos à pizzaria Ritto confiantes de que de lá sairia um post glorioso. Saímos de lá não tão confiantes assim, pra falar a verdade um pouco desiludidos.  A nossa primeira visita tinha sido muito boa, com um grupo de amigos. Adoramos a pizza e o ambiente, e voltamos pra prestar mais atenção nos detalhes e olhar o cardápio com calma, já que esse vem cheio de opções criativas (ou gourmets).

O ambiente é muito bonito. Os salões são enormes e tem o pé-direito bem alto. Ficamos numa parte externa muito agradável. As pizzas gourmets são as que mais chamam a atenção, como a Friuli, que leva funghi reidratado na grappa com lascas de parmesão e mussarela de búfala. Pedimos 1/3 da Zucchini (abobrinha gratinada, mussarela de búfala e grana padano),  1/3 da Prima Donna (mussarela de búfala, abobrinhas, lascas de grana padano, pignoles e presunto cru) – estava salgada demais, e obviamente com quase nenhum pignoli e 1/3 da Pinheiros (calabresa fatiada bem fininho, alcachofrinhas preparadas com receita da casa e salsinha). A Zucchini (ou Suzuki, nome dado pelo garçon mal treinado) foi a minha preferida, mas ainda perde feio pra pizza de abobrinha da Braz e I Vitelloni. O preço das pizzas também é um pouco salgado (entre R$ 47 e R$ 55 as pizzas mais elaboradas), mas vale pela qualidade dos ingredientes.

Bom, fica a dica pra quem quiser conhecer uma pizzaria diferente e estiver sem paciência de enfrentar as imensas filas das nossas pizzarias preferidas (que continuam imbatíveis e liderando o ranking).

*( o post ficou sem foto, porque estava sem a máquina, mas se eu voltar, tiro foto e atualizo o post)

Ritto Pizza Bar

Rua Nanuque, 243 – Vila Hamburguesa

Tel: 3836-2166

http://www.ritto.com.br/

Anúncios

Responses

  1. Olá! Que surpresa ver o Ritto no post! Morei na rua Nanuque por um tempo e ia bastante nessa pizzaria… mas o que eu e minha namorada sempre pedíamos era a tábua de frios, que na época era bem baratinho, tinha muitas opções e enchia a pança… tudo com umas taças de vinhozinho acompanhando, heh…

  2. olá,
    fica complicado expressar quem perde “feio” ou não, vindo de opiniões diversas e na maioria das vezes não conclusivas por tratarem-se de extremamente pessoais. É como crítico de arte que se acha o máximo em tudo que critica quando sabemos que a realidade não é bem essa quando resolvemos pessoalmente constatar o alvo da crítica. Conheço já ha algum tempo a Ritto, e embora tambem conhecendo a citada Braz e outras mais, não digo quem perde ou ganha, ou melhor, se compensam. Quanto ao “despreparo” do garçon, todos sabemos da dificuldade que é trabalhar com material humano mas, se tivesse ocorrido comigo, com certeza eu me dirigiria a um dos proprietários que sempre se fazem presentes e o informaria pra que providências fossem tomadas. Para bons profissionais, críticas construtivas são sempre muito bem vindas, o oposto das críticas que li acima. É sempre muito importante informar o consumidor sobre locais, o que e de que forma é servido mas, sem o cunho de ridicularizar.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: