Publicado por: lilicasinger | julho 13, 2011

Mocotó

Durante duas horas só pararam carrões na esquina da Av Nossa Senhora do Loreto com a Av Gustavo Adolfo (no coração da Vila Medeiros). Depois de receber diversos prêmios e aparecer frequentemente na mídia, o Mocotó vive lotado. Chegamos ao restaurante localizado num bairro simples da zona norte por volta das 12h30 no domingo. A fila na porta era assustadora. A “hostess” já alertou: no mínimo 1 hora de espera. Estávamos tranqüilos e arranjamos um banquinho na porta pra aproveitar as caipirinhas durante a espera. A previsão para uma mesa só aumentava conforme passava o tempo: as pessoas que chegaram perto das 13h30 escutavam um nada animador “no mínimo 3 horas de espera”. As caipirinhas são deliciosas: provei de amora com uva verde, manga com pimenta e a de três limões, mas ainda acho o Veloso imbatível nesse quesito. A bebida que tem muita saída é a cerveja quente: cerveja servida com cubos de gelo, limão e pimenta mexicana na borda do copo. É interessante, mas mesmo os fãs  cerveja acabam preferindo as nossas tradicionais geladas. A longa espera não é tão sofrida, já que é possível provar entradinhas na porta do restaurante. Provamos o queijo de coalho com mel do engenho, uma delicia, mas é apenas queijo de coalho. Os cubinhos de tapioca com queijo são os mais pedidos, e de fato, tem uma cara muito apetitosa (não provei porque eram fritos, apesar do garçon me garantir que eram muito sequinhos!). Provamos também o mini escondidinho de carne seca, gostoso, mas achei que veio pouquinha carne, e o purê de galinha com farofa de cuscuz: bem saboroso, a farofa era bem crocante, mas estava salgado demais.Depois de quase duas horas, conseguimos sentar finalmente (já sem muita fome). O ambiente é bem simples, com garçons zanzando o tempo todo e o bar com a parede inteira de cachaça rodando a mil. A trilha sonora: um forró tradicional, baixinho e agradável. Queríamos provar o baião de dois, e pensamos em pedir o grande, para dividir (custa por volta de R$25). A garçonete alertou que era grande demais e que deveríamos pedir o médio (R$ 17). Ela tinha razão, o médio já era grande demais para duas pessoas. Estava muito bom, mas ainda achei um pouco salgado demais.De sobremesa pedimos o bolo de chocolate com cupuaçu e sorvete de creme, que segundo a garçonete era a melhor sobremesa de la. O bolo vem quentinho e úmido e contrasta com o azedinho do cupuaçu, uma delicia. A conta deu aproximandamente R$ 60 por pessoa, o que foi bem pouco, dado a quantidade de comida e bebida que provamos. Vale a pena? Vale a experiência, sem dúvida, só não sei se voltarei lá tão logo: o bairro é bem fora de mão pra mim, e encarar 2 horas de fila só num dia de muito bom humor!

Queijo de coalho com mel do engenho

Escondidinho de carne seca

Purê de galinha com farofa de cuscuz

Baião de dois

Bolo de chocolate com cupuaçu

Mocotó

Av Nossa Senhora do Loreto, 1100

Tel: 2951-3056

www.mocoto.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: